Portfólio como estratégia de ensino, aprendizagem e avaliação: percepção de discentes e docentes de Odontologia

Lydia de Brito Santos, Ana Carla Ferreira Carneiro Rios, Hianka Renata, Karina Maia Cunha, Priscila Alves Torreão

Resumo


O objetivo do presente estudo foi analisar a percepção de estudantes e professores de odontologia, a respeito do processo de construção e apresentação do portfólio reflexivo enquanto estratégia de ensino, aprendizagem e avaliação, na disciplina Clínica Integrada do Curso de Odontologia da Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS).Trata-se de um estudo transversal de natureza qualitativa descritiva, cuja coleta de dados se deu durante o período letivo do semestre 2014/1. A população do estudo foram os professores da referida disciplina, bem como os estudantes matriculados no semestre em que a pesquisa foi desenvolvida. A coleta de dados foi realizada por meio de entrevista semiestruturada, contendo nove questões para estudantes e sete para professores. Os dados foram avaliados a partir do método de Análise de Conteúdo. Para apresentação dos resultados foram elaboradas três hipóteses: 1. O uso do portfólio constitui uma estratégia que favorece maior compreensão por estudantes e professores a respeito do que foi ensinado e, consequentemente, índices mais elevados de aprendizagem significativa; 2. O portfólio se constitui um instrumento facilitador no processo de reelaboração do conhecimento por estudantes e professores, oferecendo oportunidade de reflexão sobre o progresso dos estudantes, além de contribuir para a autoavaliação tanto do corpo docente quanto discente; 3. A aplicação do portfólio favorece uma gestão participativa na estratégia de avaliação formativa, em que o docente, enquanto sujeito facilitador do processo de construção do conhecimento reflexivo, possibilita ao estudante desenvolver as competências de autonomia, independência, criatividade e autocrítica. Dessa forma a construção do portfólio por estagiários em Clínica Integrada Odontológica se constitui um potente indutor e potencializador do trabalho em equipe, se estabelecendo como estratégia educacional que permite (re)significar e aprofundar o conhecimento, ao tempo que propicia a consolidação do aprendizado. A construção do portfólio clínico exige do estudante um nível de reflexão crítica que favorece o crescimento do estudante, enquanto cidadão e futuro profissional; estimulando a participação ativa nos acontecimentos do mundo real, principalmente aqueles ligados à saúde. O portfólio acadêmico pode ser admitido como estratégia de ensino, aprendizagem e avaliação formativa, crítica, reflexiva, criativa e dialética, que estimula e valoriza a participação do aluno. Ademais, a utilização do portfólio no estágio em Odontologia é uma maneira de ampliar, (re)pensar e inovar o ensino de graduação na perspectiva de um instrumento/estratégia de estimulação do pensamento acadêmico.


Palavras-chave


Portfólio. Ensino. Avaliação Educacional.

Texto completo:

PDF PDF (English)

Referências


(1) Cotta RMM, Silva LS, Lopes LL, Gomes KO, Cotta FM, Lugarinho R, Mitre SM. Construção de portfólios coletivos em currículos tradicionais: uma proposta inovadora de ensino-aprendizagem. CSC. 2012; 17(3): 787-96.

(2) Torres SCG. Portfólio como instrumento de aprendizagem e suas implicações para a prática pedagógica reflexiva. RDE. 2008; 8(24):549-61.

(3) Villas Boas BMF. O portfólio no curso de pedagogia: ampliando o diálogo entre professor e aluno. RES 2005; 26(90): 291-306.

(4) Minayo MCS. O desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa

em saúde. São Paulo: Ed. Hucitec, 2006.

(5) Souza MNC, Cruz CA, Santos AMSA, Cândido AL. Conhecimento de discentes sobre metodologia ativa na construção do processo de ensino aprendizagem inovador. RIEC. 2018; 1 (1): 61-74.

(6) Silva EF, Amorim EDBC, Melo MJMD. Prática pedagógica: orientações para a construção do portfólio. Natal: Instituto Kennedy, 2004.

(7) Forte FDS, Vieira LB, Pessoa TRRF, Freitas CHSM, Ferreira MLSM. Portfólio: desafio de portar mais do que folhas: a visão do docente de odontologia. RBEM. 2012; 36 (1; supl 2): 25-32.

(8) Macedo KDS, Costa BS, Silva EB, Souza NS, Beck CLC, Silva KKD. Metodologias ativas de aprendizagem: caminhos possíveis para inovação no ensino em saúde. EAN 2018;22(3): e20170435.

(9) Villas Boas, B.M.F. Portfólio, avaliação e trabalho pedagógico. 7ªedição. Campinas (SP). Papirus, 2004.

(10) Alvarenga GM, Araujo ZR. Portfólio: conceitos básicos e indicações para sua utilização. Est Aval Educ. 2006; 17(33):137-48.




DOI: https://doi.org/10.30979/rev.abeno.v21i1.1035

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

ISSN Impresso: 1679-5954

ISSN Online: 2595-0274