Taxas de evasão dos estudantes de Odontologia e adesão à prática profissional entre os formados por uma instituição pública

Freddy Okyno, Alexandre Rodrigues Filho, Victor Fernando Jacomini, Alessandro De Carli, Albert Schiaveto de Souza, Jussara Peixoto Ennes

Resumo


Este estudo apresenta uma análise quantitativa dos dados relacionados à taxa de evasão na Faculdade de Odontologia da Universidade Federal do Sul de Mato Grosso (FAODO-UFMS) e à atividade profissional de seus licenciados, abrangendo o período entre a sua implantação, em 1964, até ao ano 2015. Os dados obtidos foram associados ao sistema de admissão existente durante esse período. Foi investigada a adesão dos diplomados à prática profissional e a duração da prática profissional destes licenciados e dos diplomados em outras Instituições de Ensino Superior (IES), no estado do Mato Grosso do Sul (MS). Foi adotado um nível de significância de 5%. O Sistema de Seleção Unificado (SISU) tem uma forte correlação com a taxa de evasão na FAODO-UFMS. Não houve diferença estatística na comparação entre estudantes que foram admitidos por concurso nacional (Vestibular), Cotas, ou para utilização de vagas ociosas. O tempo médio de prática da Odontologia diminuiu no MS nas últimas décadas, sendo a dos licenciados de outras IES estatisticamente inferior (p<0,001) àquela dos que se graduaram na FAODO-UFMS. Dos formados nos anos de 1971 à 1990, a percentagem daqueles que estiveram/estão na prática há mais de 30 anos atingiu 71,43%. A taxa de evasão, na FAODO-UFMS aumentou com a utilização do SISU como sistema de admissão. Tanto o SISU como o aumento de vagas na FAODO-UFMS não mostraram resultados favoráveis com relação à aderência ao curso. O tempo médio de prática da Odontologia no MS tem diminuído, especialmente para aqueles que não se graduaram na FAODO-UFMS.


Palavras-chave


Evasão. Ensino Superior. Prática Profissional.

Texto completo:

PDF (English)

Referências


(1) Gomes MJ, Mariano J, Damasceno AM, Almeida TJS, Carvalho RB. Evasão Acadêmica no Ensino Superior: Estudo na Área da Saúde. Rev Bras Pesqui Saúde. 2010 12(1):6-13.

(2) Baggi CAS, Lopes DA. Evasão e avaliação institucional no ensino superior: uma discussão bibliográfica. Avaliação. 2011 16(2):355-4.

(3) Lobo R. A Evasão No Ensino Superior Brasileiro – Novos Dados. Estadão. 2017. [Cited: 08 Jan. 2018]. Available from: http://educacao.estadao.com.br/blogs/roberto-lobo/497-2/.

(4) Can E, Aktas FO, Aparcioglu IT. The Reasons of School Dropout in Higher Education: Babaeski Vocational College Case. Univ J Educ Res. 2017 5(12A): 84-8.

(5) Kim D, Kim S. Sustainable Education: Analyzing the Determinants of University Student Dropout by Nonlinear Panel Data Models. Sustainability. 201810:954-82.

(6) Bound J, Lovenheim MF, Turner S. Why have college completion rates declined? An analysis of changing student preparation and collegiate resources. Am Econ J Appl Econ. 2010 2:129–57.

(7) Larsen MR, Sommersel HB, Larsen MS. Evidence on Dropout Phenomena at Universities. Danish Clearinghouse for Educational Research: Copenhagen, NV, USA, 2013. [Cited: 08 Jan. 2018]. Available from: https://edu.au.dk/fileadmin/edu/ Udgivelser/Clearinghouse/Review/Evidence_on_dropout_from_universities_brief_version.pdf.

(8) INEP - Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. Sinopse estatística da Educação Superior 2015. Brasília 2015. [Cited: 09 June 2018]. Available from: http://inep.gov.br/sinopses-estatisticas-da-educacao-superior.

(9) Portal do Brasil. MEC defende reformas para reduzir evasão em faculdades. Governo do Brasil. 2016. [Cited: 09 June 2018]. Available from: http://www.brasil.gov.br/ educacao/2016/10/mec-defende-reformas-para-reduzir-evasao-em-faculdades.

(10) INEP - Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. Sinopse estatística da Educação Superior 2018 Brasília: INEP, 2019. [Cited: 09 June 2018]. Available from: http://inep.gov.br/ sinopses-estatisticas-da-educacao-superior.

(11) Queiroz FCBP, Samohyl RW, Queiroz JV, Lima NC, Souza GHS. Multivariate analysis for the choice and evasion of the student in a higher educational institution from southern of Santa Catarina, in Brazil. Tojde. 2014 15(4):281-302.

(12) Mendes Junior AAF. Uma análise da progressão dos alunos cotistas sob a primeira ação afirmativa brasileira no ensino superior: o caso da Universidade do Estado do Ensaio: Aval Pol Publ Educ. 2014 22(82):31-56.

(13) Ferrão ME, Almeida LS. Multilevel modeling of persistence in higher education. Aval Pol Públ Educ. 2018 26(100):664–83. [Cited: 08 Jan. 2018]. Available from: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-40362018000300664& lang=pt.

(14) Souza JM, Santos BST, Ramona FC. Retenção e evasão no Ensino Superior público: estudo de caso em um curso noturno de Odontologia. Educ Rev. 2017 33:1-26.

(15) Brahm T, Jenert T, Wagner D. The crucial first year: a longitudinal study of students' motivational development at a Swiss Business School. J High Educ. 2017 73:459-78.

(16) Sistema de Acceso Educación Superior. [Cited: 05 May 2018]. Available from: https://educacionsuperior.mineduc.cl/sobre-el-nuevo-sistema-de-acceso/educacion-universitaria/.

(17) Le baccaulaureat general. [Cited: 05 May 2018]. Available from: https://www. education.gouv.fr/le-baccalaureat-general-10457.

(18) Korean Institute for Curriculum and Evaluation. [Cited: 05 May 2018]. Available from: http://www.suneung.re.kr/main.do?s =suneung.

(19) National Center for University Entrance Examinations. [Cited: 05 May 2018]. Available from: https://www.dnc.ac.jp/.

(20) Portaria MEC Nº 438, DE 28 DE MAIO DE 1998. [Cited: 08 Jan. 2018]. Institui o Exame Nacional do Ensino Médio – ENEM. Available from: www.crmariocovas. sp.gov.br/pdf/diretrizes_p0178-0181_c.pdf .

(21) Ministério da Educação (Brasil). Portaria nº02, de 26 de Janeiro de 2010. Institui e regulamenta o Sistema de Seleção Unificada, sistema informatizado gerenciado pelo Ministério da Educação, para seleção de candidatos a vagas em cursos de graduação disponibilizadas pelas instituições públicas de educação superior dele participantes. Diário Oficial União. 27 jan 2010; Seção 1. [Cited: 08 Jan. 2018]. Available from: http://portal.mec.gov.br/ index.php?option=com_docman&view=download&alias=2704-sisuportarianormativa2 &Itemid=30192.

(22) Lei n°9394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. [Cited: 08 Jan. 2018]. Available from: http://www.planalto.gov.br/ccivil _03/leis/l9394.htm.

(23) Lei n°12.711 de 29 de agosto de 2012. Dispõe sobre o ingresso nas universidades federais e nas instituições federais de ensino técnico de nível médio e dá outras providências. [Cited: 08 Jan. 2018]. Available from: http://portal.mec. gov.br/cotas/docs/lei_12711_29_08_2012.pdf.

(24) Gilioli RSP. Evasão em Instituições Federais de ensino superior no Brasil: Expansão de rede, SISU e desafios. Câmara dos deputados. 2016. [Cited: 08 Jan. 2018]. Available from: http://www2.camara. leg.br/a-camara/documentos-e-pesquisa/ estudos-e-notas-tecnicas/areas-da-conle/ tema11/2016_7371_evasao-em-instituicoes-de-ensino-superior_renato-gilioli.

(25) Destrobecq A, Desrefani C, Spoton A. Abandonment of nursing courses: a survey regarding the motivations, which lead the students to the abandonment of the nursing degree course. Prof Inferm. 2008 61(2):80-6.

(26) Costa SM, Durães SJ, Abreu MHNM, Bonan PRF, Vasconcelos M. Motivos de escolha da Odontologia: vocação, opção ou necessidade? Arq Odontol. 2010 46(1): 28-37.

(27) Aguiar CM, Pessoa MA, Câmara AC, Perrier RA, de Figueiredo JA. Factors involved in the choice of dentistry as an occupation by Pernambuco dental students in Brazil. J Dent Educ. 2009 73(12):1401-7.

(28) Martínez F. “Estudio de la eficiencia en cohortes aparentes”, en anuies (2001), Deserción, rezago y eficiencia terminal en las IES. Propuesta metodológica para su estudio, México, anuies, 2001. [Cited: 13 Oct. 2018]. Available from: http://www.coepesguanajuato.mx/press/Documentos/5parte/5.4/estudio.

(29) Simpson C, Baker K, Mellinger G. Conventional failures and unconventional dropout: Comparing different types of university withdrawals. Sociol Educ.1980 53:203-214.

(30) Astin AW. Student involvement: A developmental theory for higher education. J. Coll. Stud. Dev. 1999 40:518-529.

(31) Titus MA. Understanding the influence of the financial context of institutions on student persistence at four-year colleges and universities. J High Educ. 2006 77:353-75.

(32) Vries W, Arenas PA, Muñoz JFR, Saldaña IS. Dropout or disappointed? Different reasons for dropping out of higher education. Rev Educ Sup. 2011 4:29-50.

(33) Sharpe AS. Un analises histórico del abordaje sobre el abandono universitário en Argentina. Sahe. 2016 17(2):3-31.

(34) Ashour S. Analysis of the attrition phenomenon through the lens of university dropout in the United Arab Emirates. J Appl Res High Educ. 2019. [Cited: 14 Sept. 2018]. Available from: https://www. emerald.com/insight/content/doi/10.1108/JARHE-05-2019-0110/full/html?skip Tracking=true.

(35) Zając TZZ, Komendant-Brodowska A. Premeditated, dismissed and disenchanted higher education dropout in Poland. Tert Educ Manag. 2019 25:1-16.

(36) Barbosa PJG, Portilho LA, Miranda GJ, Tavares M. A Adoção do SISU e a Evasão na Universidade Federal de Uberlândia. Rev Ibero Am Estud em Educ. 2017 12:722-38.

(37) Lei nº4.324, de 14 de abril de 1964. Institui o Conselho Federal e os Conselhos Regionais de Odontologia, e dá outras providências. [Cited: 10 Aug. 2018]. Available from: http://www.planalto.gov. br/ccivil_03/leis/1950-1969/L4324.htm.

(38) Decreto nº68.704, de 03 de junho de 1971. Ementa. Regulamenta a Lei nº4.324, de 14 de abril de 1964. [Cited: 10 Aug. 2018]. Available from: http://www.planalto.gov.br/ ccivil_03/decreto/1970-1979/D68704.htm.

(39) Ferreira NP, Ferreira AP, Freire MCM. Mercado de trabalho na Odontologia: contextualização e perspectivas. Rev Odontol UNESP. 2013 42(4):304-9.




DOI: https://doi.org/10.30979/rev.abeno.v21i1.1111

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

ISSN Impresso: 1679-5954

ISSN Online: 2595-0274