Experiências e percepções de discentes e docentes de odontologia sobre as aulas remotas durante a pandemia de COVID-19

Autores

  • Roberto Zimmer Universidade Luterana do Brasil
  • Guilherme Arossi Universidade Luterana do Brasil / Universidade Feevale
  • Eduardo Galia Reston Universidade Luterana do Brasil
  • Fernando Freitas Portella Universidade Feevale https://orcid.org/0000-0003-3232-001X

DOI:

https://doi.org/10.30979/revabeno.v21i1.1165

Palavras-chave:

Educação em Odontologia, Educação a Distância, COVID-19.

Resumo

O presente estudo objetivou descrever a percepção de docentes e discentes de Odontologia sobre as atividades desenvolvidas nos ambientes virtuais de aprendizagem durante o período de isolamento social. Professores e estudantes de quatro cursos de Odontologia foram convidados a responder a um questionário autoaplicável, contendo questões objetivas e subjetivas a respeito de suas experiências e sensações em relação às atividades. Tanto docentes quanto discentes consideram que o aprendizado nesse período foi inferior ao presencial, contudo, concordam com a manutenção das aulas virtuais durante o período da pandemia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

(1) Choe YJ, Choi EH. Are we ready for coronavirus disease 2019 arriving at schools? J Korean Med Sci. 2020;35(11):e127.

(2) Brasil. Portaria Normativa nº 544, de 16 de junho de 2020. Dispõe sobre a substituição das aulas presenciais por aulas em meios digitais, enquanto durar a situação de pandemia do novo coronavírus - Covid-19, e revoga as Portarias MEC nº 343, de 17 de março de 2020, nº 345, de 19 de março de 2020, e nº 473, de 12 de maio de 2020. Diário Oficial da União. 16 jun 2020; Seção 1: 62.

(3) Branch RM, Dousay TA. Survey of instructional design models. 5th ed. Association for Educational Communications and Technology; 2015.

(4) Karalis T, Raikou N. Teaching at the times of COVID-19: Inferences and implications for higher education pedagogy. Int J Acad. 2020;10(5):479-93.

(5) Bohaty BS, Redford GJ, Gadbury-Amyot CC. Flipping the classroom: assessment of strategies to promote student-centered, self-directed learning in a dental school course in Pediatric Dentistry. J Dent Educ. 2016;80(11):1319-27.

(6) Santos GN, Leite AF, Figueiredo PT, Pimentel MN, Flores-Mir C, Melo NS, Guerra EN, De Luca Canto G. Effectiveness of e-learning in oral Radiology education: A Systematic Review. J Dent Educ. 2016;80(9):1126-39.

(7) Slaven CM, Wells MH, DeSchepper EJ, Dormois L, Vinall CV, Douglas K. Effectiveness of and dental student satisfaction with three teaching methods for behavior guidance techniques in Pediatric Dentistry. J Dent Educ. 2019;83(8):966-72.

(8) Qutieshat AS, Abusamak MO, Maragha TN. Impact of blended learning on dental students' performance and satisfaction in clinical education. J Dent Educ. 2020;84(2):135-42.

(9) Bennardo F, Buffone C, Fortunato L, Giudice A. COVID-19 is a challenge for dental education - A commentary. Eur J Dent Educ. 2020:12555.

(10) Iyer P, Aziz K, Ojcius DM. Impact of COVID-19 on dental education in the United States. J Dent Educ. 2020;84(6):718-22.

(11) Fan W, Yan Z. Factors affecting response rates of the web survey: A systematic review. Comput Human Behav. 2010;26(2):132-9.

(12) Saleh A, Bista K. Examining factors impacting online survey response rates in educational research: perceptions of graduate students. JMDE. 2017;13(29):63-74.

Publicado

10-09-2021

Como Citar

Zimmer, R., Arossi, G., Reston, E. G., & Portella, F. F. (2021). Experiências e percepções de discentes e docentes de odontologia sobre as aulas remotas durante a pandemia de COVID-19. Revista Da ABENO, 21(1), 1165. https://doi.org/10.30979/revabeno.v21i1.1165

Edição

Seção

Artigos