Problemas éticos no cotidiano docente em Odontologia

em busca de uma pedagogia deliberativa

Autores

DOI:

https://doi.org/10.30979/revabeno.v21i1.1622

Palavras-chave:

Ética, Universidade, Docente, Formação Profissional, Docentes de Odontologia.

Resumo

Embora sejam conhecidos os problemas éticos vivenciados por estudantes de graduação em Odontologia, o mesmo não pode ser afirmado em relação a professores. Esta pesquisa, de abordagem qualitativa, teve como objetivo compreender os problemas éticos percebidos no fazer docente. A coleta de dados ocorreu por meio de entrevistas semiestruturadas com 18 professores de três instituições de ensino superior do sul do Brasil. A Análise Temática de Conteúdo evidenciou categorias iniciais, dentro das quais alguns problemas éticos foram identificados. Estes foram então agrupados em duas grandes categorias temáticas: “problemas centrais ao fazer docente” e “problemas transversais ao fazer docente”. Os resultados revelam que os principais problemas estão relacionados a desenvolver processos avaliativos justos; ensinar e assistir à saúde com recursos limitados; integrar recursos tecnológicos sem perder a qualidade do processo ensino-aprendizagem; qualificar pedagogicamente o professor-dentista; agir para estimular interesse e comprometimento discente; formar profissionais generalistas com professores especialistas; equilibrar afeto e responsabilidade pelo processo educativo na relação interpessoal; lidar com orientações divergentes; manejar conflitos entre colegas; e enfrentar a mercantilização do ensino. Tais questões são problematizadas neste artigo, buscando instigar a reflexão docente. Em conjunto, reiteram a necessidade de se atuar intencionalmente na dimensão ética da educação superior. Sugere-se que os desafios identificados sejam tomados como objeto de deliberação entre professores - para contribuir com a sua qualificação ético-pedagógica - bem como entre professores e estudantes, favorecendo a construção da personalidade moral dos futuros profissionais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Mariáh Macedo Rebello, Universidade Federal de Santa Catarina

nenhuma

Juliara Bellina Hoffmann, Universidade Federal de Santa Catarina

nenhuma

Daniela Lemos Carcereri, Universidade Federal de Santa Catarina

Departamento de Odontologia, Programa de Pós Graduação em Odontologia

Mirelle Finkler, Universidade Federal de Santa Catarina

Departamento de Odontologia, Programa de Pós Graduação em Saúde Coletiva

Referências

(1) Sharp HM, Kuthy RA, Heller KE. Ethical dilemmas reported by fourth-year dental students. J Dent Educ. 2005;69(10):1116-22.

(2) Al harbi HN. Ethical issues confronting Saudi undergraduate dental students during their clinical practice. Int Dent J Student’s Research. 2014;2(3):25-35.

(3) Monrouxe LV, Rees CE, Endacott R, Ternan E. “Even now it makes me angry”: health care students’professionalism dilema narratives. Med Educ. 2014;48:502-17.

(4) Nobrega LM, Bernardino IM, Barbosa KGN, Oliveira PA, Lucas RS, et al. A experiência de estudantes de Odontologia com dilemas éticos. Rev ABENO. 2015; 15(4):10-8.

(5) Marin F. Ética e formação profissional em Odontologia: problemas vivenciados por estudantes de graduação. Dissertação [Mestrado em Odontologia] PPGO UFSC. 2016.

(6) Esteban F, Román B. ¿Quo Vadis, Universidad? Barcelona: UOC. 2016.

(7) Hoffman J. Dimensão ética da educação superior nos cursos de graduação da área da saúde: construindo uma teoria fundamentada nos dados. Tese [Doutorado Odontologia] PPGO UFSC. Florianópolis. 2021; 230p.

(8) Finkler M, Negreiros D. Formação x educação, Deontologia x ética: repensando conceitos, reposicionando docentes. Rev ABENO 2018;18(2):37-44.

(9) Ardenghi DM. Dentists’ ethical practical knowledge: a critical issue for dental education. Eur J Dent Educ. 2019;13:69-72.

(10) Patrick AC. A review of teaching ethics in the dental curriculum: challenges and future developments. Eur J Dent Educ. 2017; (4):e114-e118.

(11) Bertolami CN. Why our ethics curricula don’t work. J Dent Educ. 2004;68(4):414-25.

(12) Crutchfield P, Johnson JC, Brandt L, Fleming D. The limits of deontology in dental ethics education. Int J Ethics Educ. 2016; 1:183-200.

(13) Finkler M, Ramos FRS. La dimensión ética de la educación superior en Odontología: un estudio en Brasil. Bordón 2017;69(4):35-49.

(14) Finkler M, Caetano JC, Ramos FRS. Modelos, mercado e poder: elementos do currículo oculto que se revelam na formação em odontologia. Trab Educ Saúde. 2014; 12(2):343-61.

(15) Gracia D. Ethical case deliberation and decision making. Med Health Care Philos. 2003;6:227-33.

(16) Finkler, M. A deliberação moral: método para a Bioética da Responsabilidade. In: Schneider, DG; Ramos, FRS. (Org.). Ensino Simulado e deliberação moral: contribuições para a formação profissional em saúde. Porto Alegre. 2019. p. 63-84.

(17) Gracia D. La deliberación como método da bioética. In: Porto D (org.). Bioética: saúde, pesquisa, educação. CFM/SBB Brasília. 2014;2:223-59.

(18) Gracia D. Ética y cidadania: construyendo la ética. PPC: Madrid. 2016:307p.

(19) Edmunds S, Brown G. Doing qualitative research in dentistry and dental Education. Eur J Dent Educ. 2012;16(2):110-7.

(20) Tong A, Sainsbury P, Craig J. Consolidated criteria for reporting qualitative research (COREQ): a 32-item checklist for interviews and focus groups. Int J Qual Health Care. 2007;19(6):349-57.

(21) Minayo M, Sanches O. Quantitativo-qualitativo: oposição ou complementariedade. Cad Saúde Públ. 1993;9(3):239-62.

(22) Carcereri D, Silva G. Educação Superior em Odontologia. In: Backes V, Menegaz J, Moya J. Formação docente na Saúde e Enfermagem. Moriá. Porto Alegre: 2019.

(23) Driskko CL, Whittaker, LP. Dental School Faculty and the Academic Environment from 1936 to 2011: Familiar Features in a New Context. J Dent Educ. 2011;76(1):65-74.

(24) Schonwetter D, Hamilton J, Sawatzky J. Exploring Professional Development Needs of Educators in the Health Sciences Professions. J Dent Educ. 2015;79(2):113-23.

(25) Balthazar MMM, Bastos C, Werneck R, Gabardo M, Moysés S. Tensions and transformations in developing the university professor in Dentistry: a cross-sectional study. Rev ABENO. 2017;17(2): 2-10.

(26) Brasil. Lei n. 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. [Acesso em 11 ago. 2021]. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ ccivil_03/leis/l9394.htm.

(27) Field MJ. Dental education at the crossroads: challenges and changes Institute of Medicine Report. Washington, DC: National Academy Press; 1995.

(28) Lamers JMS, Baumgarten A, Bittencour FV, Toassi RFC. Mudanças curriculares na educação superior em Odontologia: inovações, resistências e avanços conquistados. Rev ABENO. 2016;16(4):2-18.

(29) Esteban F. El professor universitario y su quehacer docente: la perspectiva comunitaria. Rep. 2013;(255):227- 42.

(30) Rodrigues ZAL. Paradigma da ciência, do saber e do conhecimento e a educação para a complexidade: pressupostos e possibilidades para a formação docente. Educ Rev. 2008; (32):87-102.

(31) Freire P. Pedagogia da autonomia. 51a. ed. Paz e Terra. Rio de Janeiro; 2015.

(32) Zoboli E. Tomada de decisão em bioética clínica: casuística e deliberação moral. Rev Bioét. 2013;21(3):389-96.

(33) Hanson C. Changing how we think about the goals of higher education. Search of self: Exploring student identity development. San Francisco: Jossey-Bass 2014; 166p.

(34) Ramos FRS, do Ó JR. Bioética e identidade profissional: a construção de uma experiência de si do trabalhador da saúde. Interface. 2009;13(29):259-70.

(35) Divaris K, Barlow PJ, Chendea AS, Cheong WS, Dounis A, et al. The academic environment: the student´s perspective. Eur J Dent Educ. 2008;12(1):120-30.

(36) Hooks B. Ensinando a transgredir: a educação como prática de liberdade. WMF. São Paulo; 2017.

(37) Rennó HMS, Ramos FRS, Brito MJ. Moral distress of nursing undergraduates: Myth or reality? Nursing Ethics 2016;23(1):304-12.

(38) Melo GF, Campos VTB. Pedagogia universitária: por uma política institucional de desenvolvimento docente. Cad Pesq. 2019; 49(173):44-63.

(39) Pose C. Bioética de la responsabilidad: de Diego Gracia a Xavier Zubiri. Madrid: Triacastela. 2011.

(40) Finkler M. Aprendendo a deliberar: fundamentos e método aplicados na disciplina de Bioética da Responsabilidade. UFSC: Florianópolis. 2021:78p.

Publicado

21-10-2021

Como Citar

Rebello, M. M., Hoffmann, J. B., Carcereri, D. L., & Finkler, M. (2021). Problemas éticos no cotidiano docente em Odontologia: em busca de uma pedagogia deliberativa. Revista Da ABENO, 21(1), 1622. https://doi.org/10.30979/revabeno.v21i1.1622

Edição

Seção

Artigos