A perspectiva do estudante de graduação em Odontologia na capacitação de Agentes Comunitários de Saúde

Camila Marina, Egídio Antônio Demarco, Patricia Tavora Bulgarelli, Alexandre Favero Bulgarelli

Resumo


Na atualidade brasileira, as Diretrizes Curriculares Nacionais para os cursos de Odontologia recomendam ofertar oportunidades distintas, em diversos cenários de aprendizado, para formação de futuros cirurgiões-dentistas com percepções holísticas e integradoras do cuidado em saúde. O presente artigo apresenta um relato de experiência de um estudante de graduação na construção de uma capacitação de agentes comunitários de saúde sobre o tema cuidados em saúde bucal. A referida ação de capacitação foi fundamental no processo de aprendizagem do aluno e para os profissionais da saúde na Estratégia de Saúde da Família onde foi realizada.

Palavras-chave


Educação em Saúde. Saúde Pública. Sistema Único de Saúde.

Texto completo:

PDF

Referências


Brasil, Ministério da Saúde. Portaria Nº 2.488, de 21 de outubro de 2011. Acesso em: 23 mar 2015. Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/gm/2011/prt2488_21_10_2011.html.

Silva JA. O agente comunitário de saúde do Projeto Qualis: agente institucional ou agente da comunidade? [Tese] São Paulo: Faculdade de Saúde Pública da USP; 2001

Kluthcovsky ACGC, Takayanagui AMM. Community health agent: a literature review. Rev Lat Am Enfermagem. 2006;14(6):957-63.

Costa ICC, Unfer B, Oliveira AGRC, Arcieri RM, Moraes E, Saliba NA. Investindo na promoção de saúde: PSF e PACS, uma análise de suas performances em oito municípios brasileiros. Rev ABOPREV. 1998;1(1):30-7.

Freire P. Pedagogia da autonomia, saberes necessários à prática docente. 19ed. São Paulo: Paz e Terra, 1996.

Freire P. Educação como prática da liberdade. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2009.

Silva MS, Vasconcelos SD. Extensão Universitária e formação profissional: avaliação da experiência das Ciências Biológicas na Universidade Federal de Pernambuco. Est Aval Educ. 2006;17(33):119-36.

Paulino VCP, Bezerra ALQ, Branquinho NCDSS, Paranaguá TDB. Ações de educação permanente no contexto da estratégia saúde da família. Rev Enferm UERJ. 2012;20(3):368-73.

Weigelt D, Weigelt ID, Rezendo MS, Schilling AZ, Krug SBF. A comunicação, a educação no processo de trabalho e o cuidado na rede pública de saúde do Rio Grande do Sul: cenários e desafios. Rev Eletr Comunic Inf Inov Saúde. 2015;9(3):1-8.

Schonhofen A, Plegge J, Warmiling CM, Scalco G, Santos JA, Oliveira P, Bulgarelli AF. Projeto Terapêutico Singular no processo ensino-aprendizagem de alunos em estágio supervisionado: relato de uma experiência efetiva. Rev ABENO. 2010; 10(2):59-63.

Bastos ACS. O impacto sociocultural do Programa de Saúde da Família (PSF): uma proposta de avaliação. Cad Saúde Pública. 1998;14(2):429-35.

Brizolara RV, Oliveira AC, Frazão P. Problemas de saúde bucal coletiva: percepções de agentes comunitários de saúde da região do ABC, Estado de São Paulo, Brasil. Cienc Saude Coletiva. 2003;8(Supl2):104.

Cardoso AC, Corralo DJ, Krahl M, Alves LP. O estimulo à prática da interdisciplinaridade e do multiprofissionalismo: a Extensão Universitária como uma estratégia para a educação interprofissional. Rev ABENO. 2015;15(2):12-9.

Frazão P, Marques D. Efetividade de programa de agentes comunitários na promoção da saúde bucal. Rev Saúde Públ. 2009;43(3):463-471.




DOI: https://doi.org/10.30979/rev.abeno.v15i4.235

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




ISSN Impresso: 1679-5954

ISSN Online: 2595-0274