Simulação de alta fidelidade realística para o ensino de emergências médicas na prática odontológica: relato de experiência

Rogério Heládio Lopes Motta, Juliana Cama Ramacciato, Luciana Butini Oliveira, Marcelo Amade Camargo, Renato Nardi Pedro, Roberto Salvador Martins, Rogério Fortunato de Barros

Resumo


Os cirurgiões-dentistas devem estar preparados para eventuais situações de emergências médicas que podem ocorrer durante o atendimento odontológico. Entretanto, muitos profissionais não se sentem preparados para executar estes procedimentos e têm pouca experiência em treinamentos práticos. Desta forma, o objetivo deste artigo é relatar a experiência de uma atividade de simulação em diferentes cenários de emergências médicas na prática odontológica. Esta metodologia envolve o uso de um simulador de alta fidelidade e permite a discussão na sala de debriefing sobre os principais procedimentos e treinamento prático para o manejo de emergências médicas. A simulação de alta fidelidade realística para o ensino de emergências médicas na prática odontológica representa um cenário inovador e é eficaz para o processo de ensino e aprendizagem.


Palavras-chave


Educação em Odontologia. Assistência Odontológica. Emergências. Simulação por Computador.

Texto completo:

PDF PDF (English)

Referências


Caputo IG, Bazzo CJ, Silva RH, Júnior ED. Vidas em Risco: Emergências Médicas em consultório odontológico. Rev Cir Traumatol Buco-Maxilo-Fac. 2010;10 (3):51-8.

Malamed SF. Knowing your patients. J Am Dent Assoc. 2010;141(1):3-7.

Brasil. Lei nº 5081, de 24 de agosto de 1966. Regulamenta o exercício da Odontologia no Brasil. Brasília, Diário Oficial da União, 1966.

Alkandari SA, Alyahya L, Abdulwahab M. Cardiopulmonary resuscitation knowledge and attitude among general dentists in Kuwait. World J Emerg Med. 2017;8(1):19-24.

Arsati F, Montalli VA, Flório FM, Ramacciato JC, da Cunha FL, Cecanho R, et al. Brazilian dentists' attitudes about medical emergencies during dental treatment. J Dent Educ. 2010;74(6):661-6.

Le TT, Scheller EL, Pinsky HM, Stefanac SJ, Taichman RS. Ability of dental students to deliver oxygen in a medical emergency. J Dent Educ 2009;73(4):499–508.

Breuer G, Knipfer C, Huber T, Huettl S, Shams N, Knipfer K, et al. Competency in managing cardiac arrest: a scenario-based evaluation of dental students. Acta Odontol Scand. 2016;74(4):241-9.

Brasil. Conselho Nacional de Educação. Diretrizes Curriculares Nacionais do curso de graduação em Odontologia. Resolução CNE/CES 3/2002. Diário Oficial da União, Brasília, 4 de março de 2002. Seção 1, p. 10.

Newby JP, Keast J, Adam WR. Simulation of medical emergencies in dental practice: development and evaluation of an undergraduate training programme. Aust Dent J. 2010 Dec;55(4):399-404.

Tan GM. A medical crisis management simulation activity for pediatric dental residents and assistants. J Dent Educ. 2011;75:782-90.

Bilich LA, Jackson SC, Bray BS, Wilson MN. High-fidelity simulation: preparing dental hygiene students for managing medical emergencies. J Dent Educ. 2015;79:1074-81.

Roy E, VE Quinsat VE, Bazin O, Lesclous P, Lejus-Bourdeau C. High-fidelity simulation in training dental students for medical life-threatening emergency. Eur J Dent Educ. 2017; Aug 23. doi: 10.1111/eje.12284.

Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Núcleo técnico da Política Nacional de Humanização. Clínica Ampliada, Equipe de referência e Projeto Terapêutico Singular/Ministério da Saúde, Secretaria de Atenção à Saúde, Núcleo técnico da Política Nacional de Humanização. 2. ed. - Brasília: Editora do Ministério da Saúde, 2008.

Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Política Nacional de Humanização da Atenção e Gestão do SUS. Clínica ampliada e Compartilhada / Ministério da Saúde, Secretaria de Atenção à Saúde, Política Nacional de Humanização da Atenção e Gestão do SUS. - Brasília: Ministério da Saúde, 2009.




DOI: https://doi.org/10.30979/rev.abeno.v18i2.510

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

ISSN Impresso: 1679-5954

ISSN Online: 2595-0274