Aprendizagem Baseada em Projetos e Gestão da Saúde: aproximando teoria e realidade no Sistema Único de Saúde

Maria Eduarda Ferreira de Andrade, Eduarda Renata Ariotti, Carla Moretto, Aline Macarevich Condessa

Resumo


O Curso de Odontologia da Universidade do Vale do Taquari (UNIVATES) é organizado em um currículo modular integrado, baseado nas metodologias ativas de ensino aprendizagem. O objetivo deste estudo é relatar a experiência de discentes e docente sobre a metodologia ‘aprendizagem baseada em projetos’ adotada no eixo de Saúde, Sociedade, Cidadania e Direitos Humanos VI do Curso de Odontologia em 2018. Os estudantes foram divididos em pequenos grupos para realizarem 3 atividades principais: caso problema inicial sobre gestão em saúde; oficina de sistemas de informação em saúde; e projeto de implementação de serviço de saúde bucal. Após a realização de cada atividade, os estudantes apresentavam ao grande grupo, para uma análise dialogada. Buscou-se entender o contexto existente nos espaços de saúde, desde a gestão até o cuidado direto ao usuário. Realizou-se visita nas Unidades de Saúde, análise dos planos municipais, acompanhamento das atividades e dos profissionais, conversa com os usuários, buscas de dados nos sistemas de informação em saúde, além de análise na forma de contratação dos profissionais. Conclui-se que os discentes refletiram sobre o desafio da gestão ao lidar com as demandas dos usuários e profissionais do Sistema Único de Saúde (SUS). O ensino foi aprimorado e qualificado, permitindo que os discentes e futuros profissionais construíssem uma percepção mais crítica e ampliada da rede de atenção em saúde bucal. Essas reflexões, baseadas em situações da prática da equipe de saúde bucal, buscam qualificar os processos de trabalho na medida em que forma estudantes voltados para o SUS.


Palavras-chave


Aprendizagem. Educação em Odontologia. Saúde Coletiva. Relatos de Caso. Gestão em Saúde.

Texto completo:

PDF PDF (English)

Referências


(1) Mitre SM, Siqueira-Batista R, Mendonça JMG, Morais-Pinto NM, Meirelles CAB, Pinto-Porto C et al. Metodologias ativas de ensino-aprendizagem na formação profissional em saúde: debates atuais. Ciênc Saúde Coletiva. 2008; 13(Supl 2):2133-44.

(2) Toassi RFC, Souza JM, Baumgarten A, Rosing CK. Avaliação curricular na educação superior em odontologia: discutindo as mudanças curriculares na formação em saúde no Brasil. Rev ABENO. 2012; 12(2):170-7.

(3) Carrard VC, Montagner F. A iminente revolução no ensino: estamos preparados? Rev ABENO. 2019; 19(3):1.

(4) Brasil. Resolução CNE/CES nº 3, de 19 de fevereiro de 2002. Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Graduação em Odontologia. Diário Oficial da União 2002; Seção 1:10.

(5) Couto SDAB, Souza PHC. Metodologias ativas como estratégia pedagógica para promoção do ensino-aprendizagem em Odontologia: relato de experiência. Rev ABENO. 2019; 19(2), 91-100.

(6) Haddad AE, Macedo MCS, Antoniazzi JH, Souza M, Abdalla CG. Ensinar e aprender por projetos: experiência das disciplinas de teleodontologia e docência universitária. Rev ABENO. 2013; 13(1):72-3.

(7) Filatro A, Cavalcanti CC. Metodologias inov-ativas na educação presencial, a distância e corporativa. Saraiva Educação SA; 2018.

(8) Paiva MR, Parente JR, Brandão IR, Queiroz AH. Metodologias ativas de ensino-aprendizagem: revisão integrativa. SANARE, 2016;15(2):145-53.

(9) Karahoca D, Karahoca A, Uzunboylub H. Robotics teaching in primary school education by project based learning for supporting science and technology courses. Procedia Computer Science 2011; 3:1425-31.

(10) Bender WN. Aprendizagem baseada em projetos: educação diferenciada para o século XXI. Penso; 2015.

(11) Queiroz JRC, Olivera MDFJ, Cruz Souza DM, Lima AL, Araújo S, Fuscella MAP. Aprendizagem por projeto e inovação tecnológica: união por competências. Rev ABENO. 2016; 16(2):2-6.

(12) Costa-Silva D, Côrtes JA, Bachinski RF, Spiegel CN, Alves GG. Teaching cell biology to dental students with a project-based learning approach. J Dent Educ. 2018; 82(3): 322-31.

(13) Rocha NB, Higarashi IH. Ensino de gestão em saúde nos cursos paranaenses de Odontologia. Rev ABENO. 2019; 19(3): 78-86.

(14) Ceccim RB, Feuerwerker L. O quadrilátero da formação para a área da saúde: ensino, gestão, atenção e controle social. Physis: Rev Saúde Coletiva. 2004; 14: 41-65.

(15) Stein C, Warmling CM, Tôrres LHN, Rech RS, Martins AB, Pires FS et al. Laboratório no estágio de gestão do SUS: integração ensino, pesquisa e gestão. Rev ABENO. 2018;18(2):166-73.

(16) Freire P. Pedagogia do Oprimido. 60ª Edição. Rio de Janeiro, Paz e Terra.

(17) Matos EMO, Arreguy IMS, Jamelli SR, Souza FB, Carvalho EJA. Aprendizagem Baseada em Equipes no ensino odontológico: o que pensam os estudantes? Rev ABENO. 2019; 19(4), 91-101.

(18) Morita MC, Kriger L. Mudanças nos cursos de Odontologia e a interação com o SUS. Rev ABENO. 2004; 4(1):17-21.

(19) Freire P. Pedagogia da Autonomia. 50ª Edição. Rio de Janeiro, Paz e Terra.

(20) Ceccim RB, Ferla AA. Dicionário da Educação Profissional m Saúde. Educação Permanente em Saúde. [Acesso em: 18 de março de 2020]. Disponível em: http://www.sites.epsjv.fiocruz.br/dicionario/verbetes/edupersau.html.

(21) Brasil. Portaria de Consolidação n° 1, de 28 de setembro de 2017. Consolidação das normas sobre os direitos e deveres dos usuários da saúde, a organização e o funcionamento do Sistema Único de Saúde. Brasília: Ministério da Saúde; 2017. [Acesso em: 18 de março de 2020]. Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/gm/2017/prc0001_03_10_2017.html.




DOI: https://doi.org/10.30979/rev.abeno.v21i1.858

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

ISSN Impresso: 1679-5954

ISSN Online: 2595-0274