Avaliação do nível de conhecimento de acadêmicos de Odontologia sobre fotopolimerização

Autores

  • Ana Luisa Cassiano Alves Bezerra Faculdade de Odontologia da Universidade de Pernambuco, FOP/UPE.
  • Tereza Januária Januária Costa Dias Universidade Federal de Pernambuco, UFPE.
  • Márcia de Almeida Duão Faculdade de Odontologia da Universidade de Pernambuco, FOP/UPE.
  • Gabriela Queiroz de Melo Monteiro Faculdade de Odontologia da Universidade de Pernambuco, FOP/UPE.
  • Anderson Stevens Leônidas Gomes Universidade Federal de Pernambuco, UFPE.

DOI:

https://doi.org/10.30979/revabeno.v21i1.1065

Palavras-chave:

Educação em Odontologia, Polimerização, Resinas Compostas.

Resumo

O sucesso clínico de materiais resinosos é dependente de uma adequada polimerização. Diversos materiais fotoativados são utilizados frequentemente nas clínicas-escola de Odontologia. O objetivo desse estudo foi avaliar o nível de conhecimento dos acadêmicos do 10º período de Odontologia do Centro Universitário Maurício de Nassau, Recife/PE, sobre fotopolimerização, por meio de questionário. Os dados foram tabulados e analisados por meio de estatísticas descritivas, teste Qui-quadrado de Pearson e teste Exato de Fischer, com nível de significância de 5% (p<0,05). Os resultados demonstram que 83,8% dos estudantes não possuem fotopolimerizador, 72,9% não conhecem a potência do aparelho, 56,2% não sabem qual é a potência mínima ideal e apenas 8,5% sabem o nome do aparelho aferidor da irradiância / potência.  Além disso, 48,5% não sabem o comprimento de onda ideal para fotoativação de resina composta e 69,2% desconhecem o tipo de aparelho que utilizam (monowave ou poliwave). Em relação ao tempo de fotopolimerização, 60,8% afirmaram utilizar 20 segundos em resinas compostas convencionais e 38,5% utilizam por 40 segundos em resinas compostas Bulk-fill. Embora 84,6% afirmem usar aparelhos fotopolimerizadores frequentemente, apenas 26,9% sabem a distância ideal da ponteira à restauração. Além disso, 51,5% relataram que fazem a limpeza e desinfecção com álcool 70GL e 45,4% usam barreira plástica. Nesse contexto, pode-se concluir que o nível do conhecimento dos acadêmicos em relação à fotopolimerização foi insatisfatório, exigindo uma abordagem e avaliação mais efetivas para que os discentes tenham consciência da importância clínica deste procedimento e suas consequências.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Luisa Cassiano Alves Bezerra, Faculdade de Odontologia da Universidade de Pernambuco, FOP/UPE.

Departamento de Odontologia Restauradora, Faculdade de Odontologia, Universidade de Pernambuco, Pernambuco - PE, Brasil.

Tereza Januária Januária Costa Dias, Universidade Federal de Pernambuco, UFPE.

Departamento de Física da Universidade Federal de Pernambuco.

Márcia de Almeida Duão, Faculdade de Odontologia da Universidade de Pernambuco, FOP/UPE.

Departamento de Odontologia Restauradora, Faculdade de Odontologia, Universidade de Pernambuco, Pernambuco - PE, Brasil.

Gabriela Queiroz de Melo Monteiro, Faculdade de Odontologia da Universidade de Pernambuco, FOP/UPE.

Departamento de Odontologia Restauradora, Faculdade de Odontologia, Universidade de Pernambuco, Pernambuco - PE, Brasil.

Anderson Stevens Leônidas Gomes, Universidade Federal de Pernambuco, UFPE.

Departamento de Física da Universidade Federal de Pernambuco.

Referências

(1) Marson FC, Mattos R, Sensi LG. Avaliação das condições de uso dos fotopolimerizadores. Rev Dent Online. 2010; 9(19):15-20.

(2) Ruggeberg FA, Giannini M, Arrais CAG, Price RBT. Light curing in dentistry and clinical implications: a literature review. Dent Mat. 2017; 3(suppl):64-91.

(3) Firoozmand LM, Araújo RM, Balducci I. Influência de fotopolimerizadores de luz halógena x LED azul na dureza de resina composta. Ciênc Odontol Bras. 2005; 8(1):67-74.

(4) Santana DP, Carvalho ALP, Pizani AMA, Sarceni CHC, Queiroz CS. Avaliação da microdureza em resinas compostas fotopolimerizadas com sistemas de luz halógena e diodo emissor de luz. Odontol Clin-Cient. 2010; 9(3): 239-42.

(5) Silva FJV, Silva EL, Januário MVS, Vasconcelos MG, Vasconcelos RG. Técnicas para reduzir os efeitos da contração de polimerização das resinas fotoativadas. Salusvita. 2017; 36(1):187-203.

(6) Beolchi RS, Forti W, Garófalo JC, Palo RM. O seu fotopolimerizador está preparado para novos materias? Rev Assoc Paul Cir Dent. 2013; 1(2):186-96.

(7) Marson FC, Oliveira P. Avaliação dos aparelhos fotopolimerizadores. Rev Uningá; 2008:(18):161-72.

(8) Shimokawa CA, Halow JE, Turbino ML, Price RB. Ability of four dental radiometers to measure the light output from nine curing lights. J Dent. 2016; 54:48-55.

(9) Watts DC, Kaiser C, O’Nell C, Price RBP. Reporting of light irradiation conditions in 300 laboratory studies of resin-composites. Dent Mat. 2019; 39:414-21.

(10) Price RBT. Light curing in dentistry. Dent Clin North Am. 2017; 61:751-78.

(11) Pereira AG, Raposo LHA, Teixeira DNR, Gonzaga RCQ, Cardoso IO, Soares CJ et al. Influence of battery level of a cordless LED unit on the properties on a nanofilled composites resin. Oper Dent. 2016; 41(4):409-16.

(12) Correia IB, Teixeira HM, Nascimento ABL, Costa SX, Galindo RM, Azevedo LM et al. Avaliação da intensidade de luz, da manutenção e do método de utilização dos fotopolimerizadores utilizados nos consultórios da cidade de Caruaru-PE. Rev Odontol UNESP. 2005; 34(3):113-8.

(13) Price RB, Ferracane JL, Shortall AC. Light-curing units: a review of what we need to know. J Dental Res. 2015; 94(9):1179-86.

(14) Beochi RS, Moura-Netto C, Palo RM, Torres CRG, Pelissier B. Changes in irradiance an energy density in relation to different curing distances. Braz Oral Res. 2015; 29(1):1-7.

(15) Price RB, Felix CA. Effect of delivering light in specific narrow bandwidths from 394 to 515 nm on the micro-hardness of resin composites. Dent Mater. 2009; 25(7):899- 908.

(16) Ikemura K, Ichizawa K, Jogetsu Y, Endo T. Synthesis of a novel camphorquinone derivative having acylphosphine oxide group, characterization by UV–VIS spectroscopy and evaluation of photopolymerization performance. Dent Mater J. 2010; 29 (2):122-31.

(17) Albuquerque PPAC, Moreira ADL, Moraes RR, Cavalcante LM, Schneider LFJ. Color stability, conversion, water sorption and solubility of dental composites formulated with different photoinitiator systems. J Dent. 2012; 67-72.

(18) Derchi G, Vano M, Ceseracciu L, Diaspro A, Salerno M. Stiffness effect of using polywave or monowave LED units for photo-curing different bulk fill composites. Dent Mat J. 2018; 37(5):709-16.

(19) Pereira SK, Pascotto RC, Carneiro FP. Avaliação dos aparelhos fotopolimerizadores utilizados em clínicas odontológicas. JBD J Bras Dent Estét. 2002 Dez; 1(4):1-8.

Publicado

30-07-2021

Como Citar

Bezerra, A. L. C. A. ., Dias, T. J. J. C., Duão, M. de A. ., Monteiro, G. Q. de M. ., & Gomes, A. S. L. . (2021). Avaliação do nível de conhecimento de acadêmicos de Odontologia sobre fotopolimerização. Revista Da ABENO, 21(1), 1065. https://doi.org/10.30979/revabeno.v21i1.1065

Edição

Seção

Artigos