Educação em saúde no segmento adolescente sob a perspectiva das metodologias ativas de ensino-aprendizagem

Maria Inês Miranda Pacheco, Liliane Parreira Tannús Gontijo, Marisa Aparecida Elias, Daniella Aparecida de Sousa Alves, Eduarda Franco Rocha Gonçalves, Isabel Cristiane de Noronha, Thiago Artur de Morais

Resumo


Trata-se de um estudo sobre prática da educação em saúde, com ênfase no autocuidado bucal e fundamentado nas Metodologias Ativas de Ensino-Aprendizagem (MAEA). As metodologias ativas possuem, dentre suas características, o deslocamento do protagonismo do educador para o educando, incentivando a sua inserção como principal responsável pela sua aprendizagem. Objetivou interagir, debater e promover a saúde e o autocuidado, com destaque na saúde bucal, de acordo com a realidade do grupo de adolescentes no contexto do Sistema Único de Saúde. O estudo foi desenvolvido por meio de duas oficinas, totalizando a participação de 40 adolescentes, em dias distintos e sequenciados. Centrou-se na reflexão do cotidiano, nos interesses, necessidades e nos contextos social e cultural dos adolescentes, buscando estimular um processo de desconstrução/construção de conhecimentos, propiciando a busca de novos e diferentes saberes. A experiência da prática educativa relatada recebeu avaliação positiva na percepção de seus educandos, bem como facilitou o diálogo e a interação entre os mediadores e adolescentes. Verificou-se a participação intensa dos adolescentes durante as oficinas e a reflexão crítica sobre o cuidado em saúde, ligada aos problemas da vida. A prática educativa promoveu a construção de possibilidades compartilhadas ao lidar com adversidades cotidianas e conflitos familiares, pois revelou-se exitosa e repleta de potencialidades crítico-reflexivas na tomada de decisão em saúde, segundo a visão dos adolescentes.


Palavras-chave


Adolescentes. Educação em Saúde. Aprendizagem.

Texto completo:

PDF PDF (English)

Referências


Baldoino LS, Silva SMN, Ribeiro AMN, Ribeiro EKC. Educação em saúde para adolescentes no contexto escolar: um relato de experiência. Rev Enferm UFPE on line. 2018:12(4):1161-7.

Ramos FRS, Heidemann ITSB, Cardoso J. Saúde do Adolescente. Florianópolis: Universidade Federal de Santa Catarina, 2010. [Acesso em 04 de jun. 2018]. Disponível em: file:///C:/Users/dgp/Down loads/MOD%2010%20(1).pdf

Bub MBC, Medrano C, Silva CD, Wink S, Liss PE, Santos EKA. A noção de cuidado de si mesmo e o conceito de autocuidado na enfermagem. Texto Contexto Enferm. 2006:15 (Esp): 152-7.

Orem DE. Nursing: concepts of practice. 4th ed. St Louis (USA): Mosby Year Book Inc.; 1991.

Pinto RS, Leal DL, Santos JS, Roncalli AG. Projeto SB Minas Gerais 2012: Pesquisa das condições de saúde bucal da população mineira – métodos e resultados principais. Arq Odontol. 2018: 54:(e14):1-11.

Thomson WM, Locker D, Poulton R. Incidence of dental anxiety in young adults in relation to dental treatment experience. Comm Dent Oral Epidemiol. 2000: 28(4):289-94.

Figueiredo MC, Garcia M, Barone DAC, Oliveira R, Lurmmerz G. Gamificação em saúde bucal: experiência com escolares de zona rural. Rev ABENO. 2015: 15(3):98-108.

Alves MNT, Marx M, Bezerra MMM, Landim JMM. Metodologias pedagógicas ativas na educação em saúde. Id on Line Rev Psic. 2017:10(33) supl 2:339-46.

Santos JS, Andrade RD, Mello DF, Maia MAC. Educação em saúde na adolescência: contribuições da Estratégia Saúde da Família. Rev Soc Bras Enferm Ped. 2014:14(1): 20-6.

Simon E, Jezine E, Vasconcelos EM, Ribeiro KSQS. Metodologias ativas de ensino-aprendizagem e educação popular: encontros e desencontros no contexto da formação dos profissionais de saúde. Interface Comunic Saúde Educ. 2014:18(supl 2):1355-64.

Figueiredo MFS, Neto JFR, Leite MTS. Modelos aplicados às atividades de educação em saúde. Rev Bras Enferm. 2010;63 (1):117-21.

Freire P. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. 33ª ed. São Paulo: Paz e Terra; 2006.

Dantas TM, Machado MFAS, Marinho MNABS, Silva BT, Alencar DL, Barbosa LA. Educação em Saúde como Ferramenta na Saúde Sexual do Adolescente. Cad Cult Ciência. 2010; 1(2):12-22.

Bardin L. Análise de Conteúdo. 4ª ed. Lisboa: Edições 70; 2011.

Freitas, R. 7 Coisas que você deveria Saber sobre os Adolescentes. [Acesso em 26 de jan. 2018]. Disponível em: https://www.youtube. com/watch?v=yEGiBq-tzAY

Fonseca AD, Gomes VLO, Teixeira KC. Percepção de adolescentes sobre uma ação educativa em orientação sexual realizada por acadêmicos (as) de enfermagem. Esc Anna Nery Rev Enferm. 2010;14(2):330-7.

Monteiro EMLM, Vieira NFC. Educação em Saúde a partir de Círculos de Cultura. Rev Bras Enferm. 2010;63(3):397-403.

Ferreira MA. A educação em saúde na adolescência: grupos de discussão como estratégia de pesquisa e cuidado-educação. Texto Contexto Enferm. 2006;15(2):205-11.

Vygotsky LS. A formação Social da Mente. 4ª ed. São Paulo: Martins Fontes; 1994.

Peron SI, Guimarães LS, Souza LK. Amizade na adolescência e a entrada na universidade. Estud Pesqui Psicol. 2010;10(3):664-81.

Buendgens BB, Zampieri AMFM. A adolescente grávida na percepção dos médicos e enfermeiros da atenção básica. Esc Anna Nery Rev Enferm. 2012;16(1):64-72.

Gomes AP, Coelho UCD, Cavalheiro PO, Gonçalvez CAN, Rôças G, Batista RS. A Educação Médica entre mapas e âncoras: a aprendizagem significativa de David Ausubel, em busca da Arca Perdida. Rev Bras Educ Méd. 2008;32(1):105-11.

Mitre SM, Batista RS, Mendonça JMG, Pinto NMM, Meirelles CAB, Porto CP et al. Metodologias ativas de ensino-aprendizagem na formação profissional em saúde: debates atuais. Ciênc Saúde Coletiva. 2008;13(supl2):2133-44.




DOI: https://doi.org/10.30979/rev.abeno.v19i3.704

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

ISSN Impresso: 1679-5954

ISSN Online: 2595-0274